Promoção!

A Mulher, a Luxúria e a Igreja na Idade Média

14,30 3,00

Os capitéis das igrejas com as suas representações realistas e didascálicas (a Bíblia dos analfabetos), os pecados e as penitências, minuciosamente catalogados nos manuais para confessores, os modelos de prédicas e a recolha de exempla que os pregadores incluíam nos seus sermões, dirigidos a determinadas categorias sociais, as lendas hagiográficas e as disputas teológicas sobre a prostituição e sobre o «valor justo». Estes documentos, à primeira vista diferentes, surgem analisados numa perspectiva histórica para realçar o nascimento e a mudança da atitude da Igreja perante a luxúria feminina, mostrando a estreita relação que liga a ideologia religiosa – exteriormente imóvel e imutável – e as mudanças socioculturais dos primeiros séculos depois do Ano Mil.

Em stock