Promoção!

Adelino Amaro da Costa

6,90 1,00

Morreu com Francisco Sá Carneiro em Camarate. A maioria dos portugueses saberá pouco mais sobre Adelino Manuel Lopes Amaro da Costa. Para muitos, o então ministro da Defesa era praticamente um desconhecido. Mas não para o amigo de sempre, Diogo Freitas do Amaral: “O Adelino Amaro da Costa era uma das personalidades mais ricas, multifacetadas e completas que
pude conhecer em toda a minha vida. Era um homem sério, íntegro e de carácter: uma pessoa de bem… Engenheiro civil de formação, e de grande cultura matemática, era um homem de cultura, com uma soma de conhecimentos enciclopédicos e, por cima de tudo, como recomendava Platão aos políticos, um frequentador assíduo da filosofia.” Adelino era licenciado em Engenharia Civil, mas a sua grande paixão, depois da política, sempre foi o jornalismo. Foi um dos fundadores do CDS, partido de que foi o primeiro porta-voz e o primeiro secretário-geral, e um dos principais obreiros da construção e do lançamento da Aliança Democrática, a qual, nas eleições parlamentares de Dezembro de 1979, alcançou a maioria parlamentar. Ainda hoje a morte de Amaro da Costa e a de Sá Carneiro estão envolvidas em incertezas. Acidente ou sabotagem? Não se sabe. Certo é que nesse dia a democracia portuguesa perdeu dois políticos com um futuro brilhante pela frente.

Em stock