Promoção!

António Ramalho Eanes

6,90 1,00

Até ao 25 de Novembro de 1975 – quando apareceu nos ecrãs de televisão de óculos escuros e vestido de camuflado – António dos Santos Ramalho Eanes era um ilustre desconhecido para o povo português. Meses volvidos, em Junho de 1976, viria a ser o primeiro presidente da República eleito após o 25 de Abril e o último militar a ocupar esse cargo. Mas os anos passados no palácio de Belém deixaram muitas mágoas, agravadas pela fundação do Partido Renovador Democrático e pela rivalidade com Mário Soares, que lhe granjearam inimigos à esquerda e à direita. Nos dez anos na Presidência da República condecorou nomes importantes da cultura e instituiu a Ordem da Liberdade, para distinguir figuras de mérito da democracia portuguesa. Promulgou a Lei sobre a Interrupção Voluntária da Gravidez, embora considerasse que a discussão da lei não tinha sido exaustiva nem suficientemente alargada. Ao nível da política externa, as prioridades foram libertar Timor da opressão indonésia e impulsionar a adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia (CEE). Além disso, teve uma especial preocupação com os emigrantes portugueses espalhados pelo mundo, tendo ajudado à transformação do Dia de Camões em Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Em stock